Motor

Mais vivo que nunca, Lada Niva ganha painel moderno e equipamentos de luxo

Recém-apresentada na Rússia, linha 2020 do SUV tem até aquecimento para os bancos dianteiros, além de estrutura reforçada e tração 4×4

Linha 2020 do modelo tem versão lameira

Linha 2020 do modelo tem versão lameira (Divulgação/Lada)

O Lada Niva foi lançado na Rússia – então União Soviética – em 1977 e veio ao Brasil logo após a abertura das importações, na década de 1990. E se por aqui ele já morreu, no país de origem continua vivo e acaba de receber novidades.

O visual das versões de entrada continua fiel às últimas unidades que desembarcaram por aqui, com lanternas verticais. Mas, por lá, o SUV tem até opção com quatro portas e entre-eixos alongado, além da configuração mais moderna Urban.

Modelo recebeu detalhes de plástico na carroceria

Modelo recebeu detalhes de plástico na carroceria (Divulgação/Lada)

E se comandos de ar-condicionado com botões giratórios, tomadas de 12V e quadro de instrumentos com computador de bordo parecem itens obrigatórios até para os modelos mais simples, saiba que são as principais mudanças da linha 2020.

Batizado 4×4 na Rússia, o Niva ganhou reforços

Batizado 4×4 na Rússia, o Niva ganhou reforços (Divulgação/Lada)

A lista de equipamentos se destaca por alguns itens básicos, como direção hidráulica, além de vidros e retrovisores elétricos.

Mas também há aquecimentos dos bancos dianteiros, algo que pode parecer artigo de luxo no Brasil, mas se mostra necessário no intenso frio do inverno russo.

Painel é completamente novo, mas ainda faltam airbags frontais

Painel é completamente novo, mas ainda faltam airbags frontais (Divulgação/Lada)

a configuração mais lameira, batizada como Bronto, recebeu apliques de plástico nos para-lamas e base da carroceria, bem como novos para-choques e rack no teto. Ganhou, ainda, proteções para componentes mecânicos.

Lista de equipamentos conta até com aquecimento dos bancos

Lista de equipamentos conta até com aquecimento dos bancos (Divulgação/Lada)

Só que, apesar das modernizações (ainda que discretas), tudo segue igual sob o capô: do veterano motor 1.7 a gasolina com 84 cv e 13,1 mkgf, com câmbio manual de cinco marchas e reduzida, ao sistema de tração 4×4 com seletor por alavanca.

Se você ficou sonhando com o modelo – ainda que qualquer plano de importação seja pouco realista –, saiba que preços e disponibilidade das versões só serão anunciados pela Lada mais próxima do lançamento, previsto apenas para 2020.

Quadro de instrumentos ganhou tela para computador de bordo

Quadro de instrumentos ganhou tela para computador de bordo (Divulgação/Lada)

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *