Fatos Fatos famosos Fatos recentes

Thiem vence Medvedev e vai enfrentar Zverev na final do US Open

O tenista austríaco Dominic Thiem derrotou o russo Daniil Medvedev em três sets nesta sexta-feira e avançou para a final do US Open, na qual enfrentará o teutónico Alexander Zverev no domingo.

Com maior superioridade do que o esperado, Thiem (2ª cabeça de chave) venceu Medvedev (3º) por 3 sets a 0, parciais de 6-2, 7-6 (9/7) e 7-6 (7/5) em duas horas e 55 minutos de jogo na quadra Arthur Ashe, a principal em Flushing Meadows, em Novidade York.

Aos 27 anos, o austríaco chegou à quarta final de um torneio de Grand Slam e agora procura seu primeiro título. Ele perdeu na decisão de Roland Garros para Rafael Nadal em 2018 e 2019, e foi derrotado no último Sincero da Austrália, em fevereiro, por Novak Djokovic. Assim porquê Thiem, Zverev também vai lutar na final de domingo por seu primeiro torneio ‘Major’.

A guião impediu Medvedev de retornar à final do Sincero dos Estados Unidos, depois a que perdeu para Nadal em 2019.

Thiem conquistou confortavelmente o primeiro set, impondo a Medvedev sua primeira guião de set durante todo o torneio.

O russo portanto desperdiçou uma vantagem de 4-2 no segundo set para perdê-la no tie-break.

No terceiro set, Medvedev teve um set point enquanto sacava em 5-3, mas Thiem venceu um rally de 38 rebatidas para vencer o game e levar o set de volta no saque.

Ele portanto abriu uma vantagem de 5-1, que foi reduzida para 5-4. Mas o austríaco se concentrou e garantiu a vaga em sua quarta final de Grand Slam.

Ao final do confronto, Thiem deixou evidente que o placar maiúsculo não refletiu as dificuldades que enfrentou na guerra contra Medvedev. “Foi tudo menos rotina. No primeiro set eu tive um pouco de sorte e depois houve um ótimo tênis de nós dois (…) No segundo e no terceiro set joguei meu melhor tênis”, disse. “Foi uma magnífico semifinal”.

O austríaco afirmou que sua maior experiência nas fases finais do Grand Slam foi fundamental. “Com certeza. Perdi grandes jogos (…) Por isso trabalhei durante todo a paralisação, para vencer esses grandes jogadores”, disse.

Thiem também brincou com o que fará no caso de perder a final de domingo para Zverev, com quem disse ter uma “grande amizade e rivalidade”.

“Se eu lucrar, terei minha primeira vitória (de Grand Slam) e, se não, provavelmente terei que vincular para Andy Murray para deslindar porquê é estar 0-4”, disse Thiem.

– Viradela de Zverev –

O teutónico Alexander Zverev, 7º do ranking mundial da ATP, se classificou para sua primeira final do Sincero dos Estados Unidos, ao expulsar o espanhol Pablo Carreño (27º) por 3 sets a 2, parciais de 3-6, 2-6, 6-3, 6-4 e 6-3.

Aos 23 anos, Zverev alcançou nascente estágio pela primeira vez em sua curso em um torneio de Grand Slam.

Depois de dois primeiros sets em que quase colocou tudo a perder, inclusive cometendo 36 erros não forçados, Zverev conseguiu se concentrar e reagir.

“Eu olhava para o placar e via a pontuação. Eu estava por inferior, e dizia a mim mesmo ‘estou na semifinal, deveria ser o predilecto neste jogo e estou perdendo por dois sets a zero’. Mas eu sabia que só precisava jogar um tênis melhor”, comentou aliviado, depois da partida.

Para isso, ele pôde primeiro narrar com um saque finalmente eficiente na primeira e na segunda esfera, o que não deu ao oponente a chance de preocupá-lo. E, se mostrando também mais invasivo, conseguiu transmutar dois dos três break points que criou.

No quarto set, Zverev confirmou sua subida, desta vez aproveitando uma subtracção no ritmo de Carreño que cometeu mais erros e, se desculpando por não ter feito de propósito, acertou o teutónico no braço em um ponto na rede, o que incomodou um pouco Zverev.

Mas não a ponto de desconcentrá-lo: no quinto set, depois Carreño receber atendimento médico nas costas, o russo quebrou o serviço de seu oponente desde o início e não perdeu mais a vantagem para finalmente vencer em 3h22min.

“Não poderia estar mais feliz, esta é a primeira vez que lucro depois de estar perdendo por dois sets a zero e estou fazendo isso nesta tempo do torneio. Mas o degrau mais cimalha ainda precisa ser galgado”, acrescentou Zverev.

— Resultados de sexta-feira, 11 de setembro, do US Open:

Semifinais (simples masculino):

Alexander Zverev (ALE/N.5) x Pablo Carreño-Busta (ESP/N.20) 3-6, 2-6, 6-3, 6-4, 6-3

Dominic Thiem (AUT/N.2) x Daniil Medvedev (RUS/N.3) 6-2, 7-6 (9/7), 7-6 (7/5)

bds/cl/gbv/aam

Veja também

+ MasterChef: fãs criticam nervosismo de Ana Paula Padrão

+Brad Pitt lança champanhe de R$ 2.150 feito na França

+ Tubarão é conquistado no MA com sobras de jovens desaparecidos no estômago

+ Telescópio capta choque de planetas a mais de 300 anos-luz da Terreno

+ Jovem é picado no pênis por serpente píton enquanto estava no banheiro

+ Auschwitz: as estratégias das mulheres judias para evadir dos nazistas

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasílio

+O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º incidente e choca jurados

+ Eructar muito pode ser qualquer problema de saúde?

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea



Natividade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *