Motor

QUATRO RODAS de abril: testamos o novo Chevrolet Tracker 1.2 turbo

Edição de abril traz um teste completo da novidade geração do Tracker, SUV que chegou em março para sovar de frente com Jeep Renegade e VW T-Cross

SUV compacto tem produção pátrio em São Caetano do Sul (SP)

SUV compacto tem produção pátrio em São Caetano do Sul (SP) (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Lançado oficialmente em março, pouco antes da pandemia do coronavírus tomar proporções maiores, o novo Chevrolet Tracker quer encarar de frente Jeep Renegade e VW T-Cross, líderes entre os SUVs compactos.

Para isso a novidade geração do padrão da GM aposentou o motor 1.4 turbo, agora restrito ao Cruze, e passou a utilizar o mesmo 1.0 turbo da família Onix e o novo 1.2 turbo, de até 133 cv e 21,4 kgfm.

Os preços vão de R$ 70.000 na versão para clientes PcD, até R$ 112.000 na versão topo de risca, Premier.

QUATRO RODAS colocou na pista de testes a versão Premier que conta, entre seus itens de série, com carregador de celular sem fio, frenagem autônoma e faróis full led.

Versão Premier custa R$ 112.000

Versão Premier custa R$ 112.000 (Christian Castanho/Quatro Rodas)

O resultado do teste e todos os detalhes do novo Chevrolet Tracker estão na edição de abril de QUATRO RODAS, que já está nas bancas e disponível nas plataformas digitais.

Não pode ir à secretária comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da edição de abril da Quatro Rodas? Clique cá e tenha o ingressão do dedo.




Nascente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *