Fatos Fatos famosos Fatos recentes

Live da Folha discute o uso de ferramentas online para resolver conflitos e problemas jurídicos – 14/09/2020 – Poder

A utilização de ferramentas digitais por clientes e advogados para resolver problemas e disputas jurídicas será o tema da edição desta segunda-feira (14) do Ao Vivo em Vivenda, série de lives (transmissões ao vivo) da Folha com entrevistas, serviços, dicas e apresentações musicais.​​

Participarão da live, às 17h, Juliana Loss, coordenadora Executiva do Meio de Inovação, Governo e Pesquisa do Judiciário da FGV, Renato Cury, presidente da AASP (Associação dos Advogados de São Paulo) e Ricardo Quass Duarte, jurisconsulto e sócio do escritório Souto Correa.

Os convidados serão entrevistados pelo repórter Flávio Ferreira, da editoria Poder da Folha. Essa é a primeira de uma série de lives da FolhaJus. Ao longo da série, serão abordados o uso e o impacto da tecnologia em diferentes vertentes do mundo jurídico.

Na live será discutido uma vez que as inovações digitais e mudanças no perfil da advocacia estão permitindo um maior protagonismo daqueles que necessitam agir para fazer valer seus direitos. Porquê consequência disso, muitas disputas acabam se resolvendo de maneira online antes mesmo de chegarem ao Judiciário.

Com a chegada da Covid-19, ganhou força a prática da tentativa de solução de conflitos por meio de convenção, o que na linguagem jurídica recebe o nome de mediação. Quando adotada por meio do dedo, essa prática em inglês é conhecida uma vez que ODR (Online Dispute Resolution, ou solução de disputa online). ​

Há grande variedade de opções conforme a complicação dos assuntos jurídicos, e, nas situações mais simples, cada vez mais é provável que uma pessoa encontre uma solução sozinha em plataformas digitais.

Nos casos mais complicados, também de maneira online, os clientes podem colaborar com seus advogados na elaboração de acordos, evitando assim os custos e a vagar de uma ação na Justiça.

Até mesmo o registro solene de uma marca, uma vez que o de uma hamburgueria, por exemplo, conta com serviços do tipo “faça você mesmo”, no qual a assessoria jurídica entra só para monitorar se o cliente está dando os passos certos no processo.

As lives têm duração média de 40 minutos. O Ao Vivo em Vivenda será transmitido no site do jornal e pelo meio da Folha no YouTube.

Nas próximas semanas, a agenda das lives sobre recta e tecnologia é a seguinte:

28.set: Democratização da tecnologia jurídica

19.out: Aplicativos jurídicos e a uberização da advocacia

Natividade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *